IoT : O que é a Internet das coisas?

Cada vez mais objetos estão atualmente ligados à Internet, podendo utilizá-la para interagir com as pessoas. Este conceito denomina-se«Internet das coisas» e está realmente a crescer no setor informático. Refere-seà capacidade de os objetos interagirem uns com os outros. Eis uma visão geral da IoT, das aplicações a ela associadas e da infraestrutura necessária.

Internet das coisas : definição

A IoT refere-se aos objetos (um relógio, um carro, um edifício...) com um chip eletrónico, uma ligação à Internet e um sensor, que permitem partilhar, transmitir ou receber dados.

É possível controlar remotamente esses objetos, através de uma rede. A automaçãoé um exemplo perfeito de IoT : a iluminação elétrica, o sistema de aquecimento ou as persianas elétricas são ligados a uma central, que recebe e envia dados para outros dispositivos ligados, permitindo o controlo remoto, graças a uma ligação WiFi.

A IoT corresponde a uma grande variedade de aplicações, quer ao nível profissional, quer ao nível individual.

Aplicações da IoT

A IoT permite, por exemplo, utilizar um smartphone para gerir todos os seus dispositivos conectados, em casa. No entanto, é possível pensar em várias utilizações: Proteção da sua casa, graças a um sistema de segurança (alarmes e câmaras). Mas também para a ligação de objetos do dia a dia, como pesos, máquinas de desporto ou frigoríficos (por exemplo, um frigorífico capaz de encomendar comida, todas as vezes que estiver vazio).

Se a IoT pretende facilitar a vida do dia a dia, ela também pode ser utilizada pelas empresas. Na realidade, ela permite aumentar consideravelmente a produtividade pela automação, graças à capacidade de os objetos interagirem com as pessoas, através de uma rede da Internet.

Outros setores também são abrangidos pela Internet das coisas. Por exemplo, este conceito melhora amonitorização na área da medicina, (por exemplo, um pacemaker conectado). Já não se trata de ficção científica, a IoT já faz parte das nossas vidas. No entanto, para utilizar totalmente esta tecnologia, é necessária uma infraestrutura personalizada.

Qual é a infraestrutura para a IoT?

Com gestão de fluxos de dados, processamento de mensagens, gestão de objetos conectados ou transferências externas, a utilização da IoT envolve umainfraestrutura potente e, por vezes, complexa. As empresas que pretendam desenvolver uma aplicação de IoT devem escolher servidores com ótimo desempenho, capazes de gerir uma determinada quantidade de ligações.

Para projetos de grande amplitude, aIKOULA fornece servidores dedicados de alto desempenho, como as séries Xtreme ou Master, criados para Big Data, AI e IoT.

Cloud IKOULA One, a oferta de nuvem da IKOULA permite implantar instâncias específicas, equipadas com CPU de alta tecnologia (até 5Ghz) e adaptadas para utilização intensiva de CPU.

Graças ao alto desempenho, à potência das placas gráficas e a uma considerável capacidade de armazenamento, estas máquinas fazem face às necessidades de IoT.



Se quiser saber mais sobre a IoT e as suas utilizações, pergunte aos nossos especialistas Contacte as nossas equipas comerciais.