OFERTA de descoberta 10 € creditados, 100 € oferecidosCrie uma conta

Instalação do NGINX com um só clique na nuvem pública

O NGINX é um servidor da Web, i. e., um software instalado num servidor, permitindo que este execute pedidos http. Embora tenha capacidade para gerir sites, este servidor da Web também é utilizado para enviar emails e transmitir vídeos. Estão disponíveis vários softwares deste tipo, sendo o NGINX um dos mais conhecidos. Analisemos agora mais de perto o seu desempenho. Neste guia, também veremos as principais diferenças entre o NGINX e o Apache, o seu concorrente direto.

Vídeo de instalação com um só clique



NGINX: como funciona este servidor Web ?

NGINX, alguns factos históricos

O NGINX é um servidor Web, com a particularidade de ser de código fonte aberto. Embora o seu objetivo principal seja o de permitir que o servidor execute pedidos http, ao longo da sua existência foram desenvolvidas outras utilizações. Assim, ele é atualmente utilizado como proxy reverso e repartidor de carga,, uma ferramenta que permite a distribuição do tráfego apenas em servidores sadios, numa infraestrutura da Web.

As origens do NGINX remontam a 2004. O seu criador chama-se Igor Sysoev. De início, o NGINX foi concebido para resolver um problema de gestão: na época, os servidores não eram suficientemente potentes para receber 10.000 ligações simultâneas. Então, como funciona o NGINX ? Vamos agora descobrir o porquê.

NGINX: como funciona?

Antes de examinar mais detalhadamente o modo como o NGINX funciona,vejamos as várias funcionalidades. Ele inclui um proxy invertido com caching ou função de memorização, protocolo de rede sem ligação IPv6, protocolo de rede da camada de aplicações Socket, suporte Fast CGI com caching ou função de memorização, gestão de vários tipos de ficheiros (estáticos ou índices), bem como indexação automática e protocolos para proteção de intercâmbios TLS/SSL, com SNI. Como referimos anteriormente, o NGINX também pode atuar como um repartidor de carga.

Modo de funcionamento do NGINX

A particularidade do NGINX reside na utilização reduzida de memória. Por outro lado, ao contrário de outros servidores Web, estefunciona de modo assíncrono. Na prática, o processamento de pedidos é organizado da seguinte forma: um processo mestre recebe os pedidos e distribui-os para processamento pelos trabalhadores. Em consequência disso, graças a este tipo de operação, todos os pedidos podem ser suportados simultaneamente, pois tudo é gerido em «single thread».

Apache e NGINX: quais são as diferenças?

Entre os servidores Web mais utilizados de momento, podemos, naturalmente, referir o NGINX, embora também o Apache . Quais são as diferenças entre estes dois softwares? Como fazer a escolha certa? Deixe-nos explicar.

O que é o Apache?

O Apache é o servidor número um na Internet. Está disponível no pacote EasyPHP, que vem com o servidor de base de dados MySQL, o servidor de aplicações PHP e a ferramenta phpMyAdmin.

O seu desenvolvimento relativamente longo e complexo faz com que este seja um servidor de confiança e não muito vulnerável. No entanto, ainda podem ser detetadas vulnerabilidades. Quando isso acontece, é implementada rapidamente uma atualização.

Graças aos muitos anos de existência, o servidor da Web Apache está equipado com uma vasta gama de funcionalidades para fazer face às necessidades dos utilizadores.

O Apache é utilizado por 47% de todos os sites na Web. No entanto, é evidente que o NGINX é a solução solicitada para plataformas com um grande número de recursos e um nível elevado de tráfego. É o caso, por exemplo, da Netflix ou do CMS WordPress. De facto, o NGINX está a tornar-se cada vez mais popular, em detrimento do Apache. Além disso, desde 2004 que este termo específico de pesquisa está em queda livre.

Surge, então, a pergunta: deve-se preferir o NGINX ao Apache? É o que vamos descobrir agora.

Diferenças entre estes dois servidores Web

  • Modo de software: embora o Apache e o NGINX sejam servidores Web de código fonte aberto, o NGINX também está disponível numa versão paga, com mais funcionalidades.
  • Desempenho: a este respeito, é difícil distinguir estes dois tipos de software. De facto, o NGINX é o produto de um design moderno, operando à luz do princípio da assincronia. Por seu turno, o Apache já existe há mais de duas décadas e continua a melhorar com o tempo, graças a modificações cada vez mais avançadas. Assim, considera-se que os dois servidores Web são idênticos, em termos de desempenho e eficiência.
  • Modularidade: para avaliar este critério, deverão ser tidos em conta vários aspetos. A modularidade prende-se essencialmente com a simplicidade da instalação, o desenvolvimento e a resolução de vulnerabilidades. O Apache é, sem dúvida, o servidor Web mais modular, pois é possível personalizá-lo conforme pretendido, graças à adição ou remoção de módulos, com um simples comando ativar/desativar. No entanto, o NGINX não oferece esta funcionalidade. Assim, para adicionar ou remover um módulo, o utilizador tem de recompilar o software, um processo relativamente enfadonho e mais caro.

Apache ou NGINX: qual a melhor escolha?

O Apache e o NGINX são dois servidores Web eficientes e de alto desempenho. No entanto, para escolher o melhor para si, é essencial fazer um balanço das suas necessidades. Recomendamos o NGINX para todos os utilizadores que queiram um proxy reverso ou serviço de email com funcionalidades simples, para um projeto bem estruturado com necessidades mínimas de desenvolvimento .

Por outro lado, no caso de um projeto que requeiramuitas configurações, sujeito a um desenvolvimento mais ou menos considerável e que envolvaa gestão de muitos pedidos, é preferível recorrer ao Apache ...

É, assim, através da avaliação das suas necessidades específicas que poderá escolher o melhor servidor Web. Então, como saber qual deles está a ser usado? É o que vamos descobrir agora.

Como poderá saber qual dos servidor está a ser usado?

Isso é fácil. Para tal, é essencial usar uma ferramenta como aGTmetrix. No entanto, aChrome Devtools também oferece essa funcionalidade. Essa informação encontra-se no cabeçalho do servidor PHP.

Crie gratuitamente uma conta: 100 € GRÁTIS**

** Oferta de 100 € de faturação. Dedução diretamente nas faturas. Assim que alcançar 100 € de consumo, a cobrança será à taxa atual.
Oferta limitada a uma conta por pessoa singular ou coletiva e a duas instâncias (máquinas virtuais) por conta. Contacte o serviço comercial da IKOULA se desejar adicionar mais instâncias.