OFERTA de descoberta 10 € creditados, 100 € oferecidosCrie uma conta

Instalação do MongoDB num só clique na Nuvem pública

Atualmente, existem dois tipos de bases de dados. Por um lado, as bases de dados relacionais (SQL) e pelo outro, as não relacionais. A Linguagem de Consulta Estruturad (SQL) é a linguagem de pesquisa padrão e envolve apenas bases de dados relacionais. Utilizamos outra linguagem para bases de dados não relacionais, como por exemplo a do MongoDB. Este é o banco de dados que nos vai interessar agora. Como funciona? Será mais eficaz que o MySQL - a referência em termos de bases de dados relacionais?

Vídeo de instalação num só clique



MongoDB: Será esta base de dados relacional mais eficaz do que o MySQL?

Qual é a diferença entre bases de dados relacionais e não relacionais?

A base de dados relacional é a principal, utilizada principalmente por programadores. Para entender melhor, é preciso ver os dados como muitos objectos ligados entre si. Um objecto pode estar ligado a muitos outros ou apenas acoplado a um. Existem vários tipos de relação entre estes objectos:

  • Um ligado a muitos 1-n,
  • Vários ligados a vários outros n-n,
  • Um ligado a um 1-1.

As bases de dados não-relacionais também ligam objectos entre si. Todavia, a sua capacidade de analisar e gerir objectos é muito mais eficiente. Existe uma preferência lógica quando se fala de operações de Big Data. No entanto, a sua utilização é um pouco complexa: É importante apresentar os diferentes tipos de bases de dados NoSQL:

  • Funcionamento com base no princípio chave/valor : Um dado é a chave e está ligado a outro dado valor.
  • As bases de dados em colunas : As bases de dados relacionais SQL armazenam dados em colunas. Os não-relacionais também o fazem, mas a versão NoSQL fornece uma coluna com um número variável de linhas.
  • As bases de dados de documentos : O MongoDB pertence a essa categoria. Os objectos são guardados em formato XMl ou Json.
  • Bases gráficas: Adaptado ao tratamento de relações complexas.

As bases de dados não-relacionais são principalmente utilizadas para Big Data, pois permitem gerir numerosos dados. Então, porque usar o MongoDB? Quais as suas funcionalidades? Vamos ver isso agora.

Particularidades do MongoDB

O MongoDB é uma base de dados NoSQL não-relacional de código aberto desenvolvida pela 10gen em 2007 Como já vimos, o MongoDB é principalmente orientado para a documentação. Em 10 anos, o MongoDB conseguiu conquistar muitos utilizadores. Actualmente, é a base de dados NoSQL mais utilizada, especialmente para as plataformas Nod.Js.

  • Linguagem de programação MongoDB: Esta base de dados NoSQL é codificada em C++. Mas também trata de dados BinaryJSON (formato inspirado no JavaScript). Por conseguinte, o MongoDB é a melhor das opções para trabalhar com o NodeJS.
  • Vários tipos de conexão de servidores: Mongo Shell cliente, MongoChef, RoboMongo ou Mongoclient podem ser utilizados para o MongoDB.
  • Compatibilidade do MongoDB: Linux, Windows, Mac.

As aplicações do MongoDB

As bases de dados não-relacionais são sobretudo utilizadas para tratar uma grande quantidade de dados não estruturados. O MongoDB é frequentemente escolhido para armazenar e explorar diversos ficheiros que diferem do processo normal.

O MongoDB tem a vantagem de poder escalar horizontalmente em vários servidores sem causar disfunções. É perfeito para sites grandes. Por outro lado, os dados são divididos em diferentes servidores, o que garante uma disponibilidade total da aplicação.

MongoDB ou MySQL: Quais as semelhanças?

  • Colecções : A maioria das bases de dados armazenam objectos em tabelas. Não é o caso do MySQL ou do MongoDB, que armazenam os dados em colecções.
  • Formato BSON : Utilizado por ambos para substituir linhas e campos em ficheiros, assim como colunas de pesquisa.
  • Valor e nome dos campos : É a composição comum entre as bases de dados MongoDB e MySQL.
  • Chave/valor : Define tanto um documento MongoDB como um documento MySQL

MongoDB ou MySQL: As principais diferenças?

  • Gestão de ficheiros : Numa tabela MySQL, as linhas são compostas da mesma forma. Mas a quantidade e os tipos de valores são sempre os mesmos. Portanto, para editar uma base de dados MySQL, é necessário construi-la de uma ponta à outra. O mesmo problema não é encontrado no MongoDB, onde cada ficheiro possui a sua própria estrutura. A tabela de uma base de dados não relacional pode ser editada ou preenchida sempre que os utilizadores o necessitem. Outra diferença numa base de dados não relacional: a chave pode estar em vários ficheiros, o que não é o caso do MySQL, por exemplo.
  • Extracção dos dados : O processamento de dados do MongoDB é feito na sua própria linguagem e utiliza bibliotecas. A ferramenta é capaz de comunicar com o cliente se ele souber usar a linguagem. O mesmo não acontece com a base de dados MySQL (base de dados relacional).

MongoDB ou MySQL: Qual deles deve escolher?

Não existe resposta correcta. O MongoDB e o MySQL são totalmente diferentes e não têm os mesmos objectivos. Seria preciso combiná-los para obter uma solução totalmente adaptada ao utilizador. Por outro lado, as duas bases de dados não puderam ser comparadas para o mesmo objectivo, tendo em conta a quantidade de diferenças em termos de estrutura e de utilizações.

Crie gratuitamente uma conta: 100 € GRÁTIS**

** Oferta de 100 € de faturação. Dedução diretamente nas faturas. Assim que alcançar 100 € de consumo, a cobrança será à taxa atual.
Oferta limitada a uma conta por pessoa singular ou coletiva e a duas instâncias (máquinas virtuais) por conta. Contacte o serviço comercial da IKOULA se desejar adicionar mais instâncias.
CookiesPrivacy